Taiadablog: Julho 2011

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Comandante Niltinho: KM 140 - Garimpo da Serra Queimada !!!

Recentemente, estava lendo um comentário em uma de minhas historias e notei que o leitor tinha interesse pela aviação. Observei que alem da historia, havia certa curiosidade, no tocante a voar, e isto é muito natural e compreensivo, como já disse no início, foi o avião que proporcionou todas estas estórias, que são direcionadas para todos os leitores, em especial aos pilotos ou aqueles que gostam da aviação!

Infelizmente é muito difícil adquirir experiência, pois só existem duas formas:

a primeira e a mais importante é voar, quanto mais se voa mais experiência você adquire, é como meu velho instrutor já dizia, ninguém ensina ninguém a voar o instrutor esta ali apenas para não deixar o aluno quebrar o avião, o resto é por conta dele;

a segunda é assimilar as experiência dos mais velhos, o velho Dr. Ulisses (meu instrutor de vôo), nunca iniciava um vôo sem, pelo menos, passar seus alunos por uns trinta minutos de bate-papo, sob as asas do velho Cap-4, e  naqueles breves momentos, procurava passar suas experiências de piloto! Como tais ensinamentos me foram muito úteis,  achava, e ainda acho, que também o seriam para todos os demais treinandos!

Este conto vou dedicar ao leitor que me referi inicialmente, um futuro piloto, de nome Thales, da cidade de  Parauapebas, (na ocasião ele estava fora do ninho,  passando temporada lá pelas bandas de Santa Catarina), torcendo para que ele tenha o "dom de voar", aí sim, será um bom piloto e não igual a mim, um "empurrador de manetes" apenas!

Estava escutando a conversa entre o Léo e o Toninho do Ouro, quando este último, virou para mim e disse:
“ - Vai se preparando Niltinho, vamos comprar um garimpo no município de Itaituba, e a aviação ficará por sua conta, portanto vai arrumando avião, de preferência um skylane, que é bom de garimpo, pois vai ter muito vôo por lá, e queremos você no esquema!”

Dei um pulo de alegria, imagine vocês o que significa ter um garimpo só para você, onde todos os vôos são seus? Vocês não imaginem o faturamento de um mês, num ano você paga um avião brincando! Irmãos, aquela proposta do Toninho caiu do céu.

Só que eu não tinha mais avião e já estava todo enferrujado, não dava conta de voar no garimpo, pois muitos anos haviam se passado de ausência dos manches, tinha perdido toda a sensibilidade de voar, e aí é o que diferencia um piloto de asfalto de um piloto do mato, este último precisa desenvolver toda a sensibilidade pessoal possível! Caso contrário, quebra no primeiro pouso e os acidentes, na floresta, são bastante críticos: na maioria das ocasiões, só nos resta as chaves do avião! E isto eu tinha consciência absoluta!

Diante disso, convidei meu amigo e futuro compadre, e digo futuro porque até hoje não batizei sua filhinha que  deve estar uma linda jovem, mas um dia vou procurar minha comadre e perguntar se ainda desejam um padrinho desnaturado para batizar sua filha, e aí pago a promessa para com meu finado amigo Odilon!

Para entrar comigo naquela parada, (e na mesma hora ele topou pois, como todo seu dinheiro vinha de garimpo,  sabia muito bem o que significava aquela proposta, aquela era a oportunidade que tanto esperava também), só queria saber quem iria voar!

Odilon tinha um 210 se não me engano de prefixo (nunca fui bom para memorizar prefixo) PT-LRY, novinho e um 182 de prefixo PT-DOC, com IAM recém feito, pintura nova, motor novo enfim um brinco de avião estava preparado para voar no mato e em pista ruim, tinha pneus grandes era laminar (trem de pouso), freios Birigui, acesso para subir nas asas para facilitar o abastecimento!

Arrumado o avião, fui procurar um piloto, que encaixasse em nossas necessidades e acabei encontrando um com  vasta experiência em garimpo e no momento estava voando agrícola!

É como eu digo, o OURO, este bendito metal faz qualquer um largar tudo para trás e peitar, mesmo sem ter certeza de nada, sem ninguém garantir nada, tudo é pura sorte, o que sei é que todo mundo corre atrás dele, e assim foi com o piloto que contratamos também, deixou esposa "buxuda" para trás e lá fomos no rumo do Para, com destino para o km 140 da Transgarimpeira, uma perna da Cuiabá - Santarém lugar onde o senhor Virlandes era o todo poderoso!


terça-feira, 26 de julho de 2011

Ao mestre, com carinho !!!

Nosso querido e saudoso Prof. Edison de Freitas Ramalho, desfilando ao lado de seu filho Lucio  (Corvinho)
vestido de soldadinho, em 1959 !

Cebolinha imita Capitão Nascimento !!!

Turistas brasileiros insultados na Holanda com expressões racistas !!!

Os passageiros brasileiros de uma excursao coordenada pela empresa Queensberry, de Sao Paulo, sofreram constrangimentos na chegada a Amesterdan apos desembarcarem do voo 0904 da KLM, procedente de Moscou, na tarde desta segunda-feira.

O motorista holandês da empresa Lloyd's  register Quality Assurance, placa BH RL 07, contratada para levá-los do aero[porto ao hotel, no centro da cidade, ficou irritado com o número de malas dos brasileiros.

Enfurecido, ele passou a chutar algumas malas. Um dos passageiros reclamou da atitude grosseira e obteve uma resposta racista do motorista holandes: aos gritos, ele mandou que o grupo de brasilerios "voltasse para a Africa"!

Instituido o Programa de Desenvolvimento Econômico de Caçapava !!!

Foi instituida e sancionada a Lei nº 58/2011, de autoria do Prefeito de Caçapava, Carlos Vilela (DEM), que institui o Programa de Desenvolvimento Econômico de Caçapava, com entrada em vigor desde o dia 12 de julho.

De acordo com o texto, pode aderir ao programa as pessoas jurídicas (empresas) que promoverem investimentos no município de Caçapava, destinados à exploração da atividade econômica no setor industrial, comercial ou de prestação de serviços.

Assim sendo, as empresas que atenderem aos requisitos da Lei terão isenção de taxa de aprovação de projeto para a instalação ou ampliação de unidade empresarial, isenção da taxa de fiscalização, localização e funcionamento. Isenção de ITBI (Imposto sobre a Transmissão “inter vivos” de Bens Imóveis).

Também haverá a isenção de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para as empresas que se instalarem no município, a contar do ano seguinte da sua instalação e para aquelas que venham a ser ampliadas, a partir do ano seguinte ao da conclusão da ampliação.

Para as empresas prestadoras de serviço, será concedida a isenção de 50% na alíquota de tributação do ISS (Imposto sobre serviço de qualquer natureza), sendo que a alíquota mínima não será inferior a 2% por determinação legal. A isenção vigorará por 5 anos para empresas recém-instaladas e 3 anos (a partir do ano seguinte) à ampliação.

No que se refere ao repasse de ICMS, será concedido incentivo de reversão de parte da receita às empresas que venham realizar investimentos para a instalação ou ampliação nas seguintes condições: no caso de instalação, desde que as atividades adicionem valor igual ou superior a R$ 30 milhões ano no valor adicionado do município. No caso de ampliação, desde que suas atividades adicionem valor igual ou superior a 20% no valor adicionado calculado sobre o valor apurado no exercício anterior à conclusão da ampliação. O prazo máximo para gozo deste benefício será de 10 anos no caso de instalação e 5 anos no caso de ampliação.

As empresas que aderirem ao programa ficam obrigadas a aplicar 1% do imposto de renda devido em favor do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Caçapava, e devem estar em dia com o recolhimento dos tributos federais, estaduais e municipais, bem como com os pagamentos devidos à Seguridade Social, além de detalhar as atividades que serão desenvolvidas e quando aplicável à atividade, desenvolverem programas e controle de emissão de poluentes e resíduos.

Outro critério para participar do programa é a empresa apresentar faturamento que pretende auferir nos cinco anos posteriores à efetiva instalação, superior à média de R$ 10 milhões por ano e no caso de ampliação apresentar faturamento igual ou superior a 10% ao faturamento apurado no exercício imediatamente anterior à conclusão da ampliação e não interrupção das atividades pelo prazo da isenção de impostos.

Maiores esclarecimentos poderão ser obtidos na Secretaria de Finanças no Paço Municipal.

Escola ou fábrica?


O que queremos de uma escola? Que seja simplesmente o lugar onde as crianças, adolescentes e jovens obtenham seus diplomas? Que seja a base para que se preparem para o cada vez mais disputado mercado de trabalho? Que obtenham a neste espaço a disciplina necessária para a vida? Que sejam orientados quanto aos valores sociais e introduzidos de forma adequada ao mundo? Que aprendam os conhecimentos considerados válidos pela comunidade? Que se tornem cidadãos?

Mas que valores são estes? Que mercado é este? Qual é a disciplina que queremos para os estudantes? Quais conhecimentos são realmente válidos? Os diplomas, além de uma certificação, o que significam ou devem significar? Que tipo de cidadão estão formando as escolas?

Todos estes questionamentos transparecem na inteligente charge do italiano Frato (Francesco Tonucci), trazendo a tona alguns dilemas e contradições que se evidenciam nos tempos em que vivemos quando a escola está tão atrelada ao sistema econômico neoliberal e acaba sendo orientada por seus valores, necessidades, urgências...

Entre todas as questões que deveriam nos orientar quanto a escola que buscamos talvez as primeiras tenham que ser as mais singelas e inocentes: A escola é um lugar de felicidade? Os estudantes se sentem bem em estar ali? O que aprendem é significativo para estes alunos?

Pode parecer idealista demais num mundo onde a razão deve prevalecer sempre, mas como estão saindo as crianças da escola? São autônomas, tem opinião própria, demonstram criatividade, querem conhecer mais, desejam explorar o mundo? Estão estimuladas por outros fatores além do dinheiro? Olham para os lados e percebem os outros, desejando ajudar a quem precisa? Tem "fome" de cultura? São politica e socialmente engajadas por causas como a defesa do meio-ambiente, a luta contra a pobreza, uma melhor educação ou saúde pública?

Os estudantes quando saem da escola devem querer mudar o mundo, revolucionar, fazer e acontecer... Senão o que temos nas escolas são linhas de produção em que o produto final é "quadradinho", ou seja, similar a todos os demais em todos os quesitos, alguns com opcionais que faz com que pareçam mais equipados, mas no fundo, sem que tenham presença, personalidade e autonomia.

Fábricas não são ruins se seu propósito é a produção de bens, recursos materiais e produtos que abasteçam a necessidade humana em seu cotidiano. Escolas não são como fábricas. Seu trabalho primordial é auxiliar na formação de crianças, adolescentes, jovens e adultos, para que conheçam o mundo ao seu redor, se posicionem em relação a este entorno, trabalhem de forma digna e consciente em prol de melhorias, atuem de modo fraterno e digno, sejam honestos, éticos e cidadãos que agem em prol da coletividade e não apenas de seus próprios interesses.

Se os questionamentos persistem, como na ilustração de Frato e, antes dele, com Paulo Freire no livro "Cuidado, Escola!", significa que as dúvidas persistem e que, certamente, em algum lugar do mundo ainda há fábricas no lugar de escolas... Até quando será assim?

Prof. Dr. João Luís de Almeida Machado
membro da Academia Caçapavense de Letras

Problema de índio !!!




Dilma Roussef falou na tarde de ontem a emissoras de rádio em Alagoas, que "problemas indígenas" atrasam as obras de duplicação da BR 101 naquele Estado.

Mas o Tribunal de Contas da União aponta causa diversa, superfaturamento de 78 milhões de reais nas tais obras do famigerado Dinit na região.

A situação mostra que a desratização que Dilma fez na cúpula do ministério dos Transportes é insuficiente, parcial, uma agulha no palheiro interestadual da estrovenga, contaminada pelo bando do PR.

Quanto a "problemas indígenas", na verdade eles dizem respeito a entraves que os alma-pura ajeitam nos processos, orientados por cara-pálidas de ongues nacionais e estrangeiras. Em outros termos, é falta de chicote no lordo desse vagabundéu.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Action Prime Soccer: Primeiro campeonato na região !!!

Organizações protestam contra abordagens a menores de rua no Rio !!!

Organizações de defesa da criança e do adolescente fizeram um protesto nesta segunda (25), na sede da Ordem dos Advogados do Rio de Janeiro, contra a política de recolhimento de menores de idade adotada pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

Segundo o Conselho Regional de Psicologia do estado, o recolhimento desses meninos e meninas é feito de forma violenta e fere a Constituição. “A gente não concorda com a maneira bruta com que vêm sendo feitos esses recolhimentos, com a presença de policiais e guardas municipais, levando essas crianças para abrigos onde ficam fechadas, sem acesso aos familiares”, disse a psicóloga Ana Carla Silva.

O prefeito da cidade, Eduardo Paes deverá assinar um Termo de Ajustamento de Conduta em agosto para garantir que as abordagens sejam feitas de maneira mais branda e que as crianças e seus familiares sejam incluídos em programas de transferência de renda!

Acho que o banana do Governador do Rio, deveria aproveitar a ocasião e responsabilizar estas mequetréficas organizações de defesa da criança e do adolescente, e indicá-las a resgatar estas "crianças", SEM VIOLÊNCIA, nas ruas do Rio de Janeiro e mantê-las em acolhimento sob sua responsabilidade, ok?

Último compromisso de Pagot no Dnit foi um comício !!!

Cada um idolatra quem bem entende. Os hindus adoram as vacas. Os funcionários do Dnit reverenciam Pagot.

Mandachuva do Dnit desde Lula, Luiz Antonio Pagot pediu, finalmente, pra sair. Do contrário, seria “saído”.

O afilhado do senador Blairo Maggi (PR-MT) tornou-se o 17o pescoço a ser passado na lâmina da guilhotina que se instalou nos transportes há 23 dias. Antes de entregar o pedido de demissão, Pagot convocou uma reunião com servidores do Dnit. A pretexto de se despedir, fez um concorrido comício.

A coisa se passou no auditório da repartição. Tem algo como 500 assentos. Muita gente teve de ficar em pé. Em timbre inflamado, Pagot disse que o Dnit não é a “casa da corrupção”. Ao contrário, “é o órgão que mais trabalha, responsável pela maior execução do PAC na Esplanada. Se tinha irregularidades”, ele concedeu, “era um número muito pequeno diante do volume de obras executadas.”

Não podendo alvejar Dilma Rousseff, mirou abaixo dela: “Não concordo com o ministro Jorge Hage [CGU], que disse que o Dnit tem o DNA da corrupção…”
“…Essa é uma casa de muito trabalho. Tem coisa que não sai no jornal. Antes havia locais em que se gastavam oito horas para se chegar a um hospital…”
“…Hoje se chega em uma hora. E isso não é fruto do trabalho de um diretor, mas de todos vocês.”

Pagot foi aplaudido de pé. Uma evidência de que falta a parte dos brasileiros a sabedoria dos hindus.

O dono da Nossa Loja !!!

Esta figuraça da foto, é o inoxidável José Balbino Pierre, Nhô Barbino, pai do Zé Flávio e do Luiz Antonio, dono da fantástica e inesquecível Nossa Loja (ali na Rua Cap. João Ramos), que vendia artigos esportivos em geral! Nos fundos da Nossa Loja, Dona Eulina, sua espôsa, vendia roupas íntimas femininas! Do lado esquerdo da foto e quase saindo dela, o astronomicamente sensível José Ludgero de Siqueira! (Foto de 1966, do estrombólico Mané Ritz!)

O Silêncio da Ausência !!!


Somos responsáveis por tudo o que acontece no planeta a cada ação por nós empreendida, para o bem e para o mal.
 
O silêncio da ausência é a mais triste resposta de uma pessoa. Deixam de fluir suas palavras, seus pensamentos, seus sentimentos.
 
Se a passagem por esta vida é breve, queremos entender os motivos pelos quais tudo foi tão rápido. O que sabemos, por certo, é que nossas escolhas são definidoras da jornada que realizamos em vida, inclusive quanto ao tempo teremos pela frente e as dores e sabores que iremos ter. No mundo das artes, em meio a fama e fortuna, alguns artistas parecem querer viver tudo o que está ao seu alcance, seja lícito ou ilícito, moral ou imoral, certo ou errado, quente ou frio, com urgência. Parecem prever que essa pressa é necessária porque seu tempo é mais curto do que o do maioria das pessoas...

Prof. Dr. João Luís de Almeida Machado
Membro da Academia Caçapavense de Letras

Deu carona a desconhecido e acabou assaltado !!!

Um funcionário público de 45 anos, morador de Mongaguá, saía de sua cidade de carro em direção a Praia Grande, quando resolveu ajudar um homem que pedia carona na rua.
 
No meio da viagem, o homem sacou uma arma de fogo e anunciou que se tratava de um assalto.

O motorista cumpriu as ordens do assaltante: seguiu até a Rua Antônio Gonçalves Dias, em frente ao número 52, no Jardim Solemar. Lá, um comparsa já aguardava a chegada do veículo entrou no carro.

Os dois deixaram o motorista no local e levaram o Celta vermelho, modelo 2009, de placas DWB 0309, com tudo que havia dentro. Entre os objetos estavam um aparelho celular, uma mochila com roupas, R$ 300 em dinheiro, uma câmera digital, documentos, cartão de crédito e talão de cheques.
Portanto, se receber pedido de carona, pense bem antes, nas consequências!

31 mil vagas em concursos públicos com remuneração de até R$ 21.766 !!!

Nesta segunda (25), os principais concursos públicos com inscrições abertas oferecem 31.222 vagas em 15 seleções. As oportunidades estão distribuídas em diversos cargos destinados a candidatos de todos os níveis escolares. As remunerações iniciais podem chegar a R$ 21.766, dependendo da função desejada.


Confira os principais concursos:

Petrobras
590 Níveis médio e superior R$ 1.801 a R$ 6.217 Edital
EBC
537 Níveis médio e superior R$ 1.698 a R$ 5.803 Edital
Educação (MG)
21.377 Níveis médio e superior R$ 911 a R$ 3.300 Edital
Santos (SP)
914 Todos os níveis R$ 1.095 a R$ 5.107 Edital
Prodemge (MG)
330 Nível superior R$ 2.724 Edital
Limeira (SP)
363 Todos os níveis R$ 776 a R$ 3.438 Edital
Salvador (BA)
3.467 Níveis médio e superior R$ 1.255 a R$ 8.276 Edital
TRF 1ª Região
29 Nível superior R$ 21.766 Edital
MGS (MG)
691 Todos os níveis 545 a R$ 4.632 Edital
Linhares (ES)
719 Todos os níveis R$ 545 a R$ 1.953 Edital
Itajá (GO)
243 Todos os níveis R$ 545 a R$ 1.612 Edital
Saúde (MG)
368 Todos os níveis R$ 920 a R$ 4.250 Edital
Marinha
778 Nível médio --- Edital
Limoeiro (PE)
570 Níveis médio e superior R$ 545 a R$ 2.000 Edital
Ouro Preto (MG)
246 Todos os níveis R$ 610 a R$ 7.583 Edital

Projeto sobre regras para uso de algemas será votado em agosto !!!


O Projeto de Lei do Senado estabelecendo regras para o uso de algemas em todo o país foi aprovado sob a forma de substitutivo pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, e irá a votação em agosto, quando recomeçam as atividades parlamentares.

O exame da matéria em Plenário, porém, aguardará a votação de duas medidas provisórias. Segundo o projeto, do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), fica proibido o uso de algemas como forma de castigo ou sanção disciplinar, por tempo excessivo e quando o investigado ou acusado se apresentar espontaneamente à autoridade policial ou judiciária.

Além disso, só será permitido usar algemas no ato da prisão ou em casos de resistência, ou risco à integridade física dos agentes públicos, em operações de deslocamento de presos que praticaram faltas graves ou, entre outros casos, em condenados sob regime disciplinar diferenciado.

O agente público que descumprir essas normas incorrerá nas penas previstas para abuso de autoridade!

A amargura de Barbosa !!!

Moacir Barbosa chegou à Seleção Brasileira de 1950 como titular absoluto! Era longe o melhor goleiro do país, estrela do Vasco da Gama na época do famoso time conhecido como Expresso da Vitória. Corajoso, fazia defesas arrojadas, colocação precisa. Inspirava segurança!

Várias vezes campeão, agregador, bom atleta. O homem certo para no lugar certo. Mas como é sabido, um gol feito pelo atacante Gigghia, do Uruguai, pôs fim ao sonho da conquista da primeira Copa do Mundo para o Brasil. E também à bela história e ao sossego de Barbosa. Desgostoso, o ex-goleiro continuou morando num subúrbio do Rio. Morreu em 2000, aos 79 anos, em Santos, na casa de uma filha adotiva.

Em 1991, mesmo passados 41 anos da malfadada derrota para a equipe uruguaia, ele carregava muito sofrimento. Fotografado para “Senhoras e Senhores”, livro com notáveis homens e mulheres da história brasileira.

Barbosa contou que por volta de 1965, um antigo dirigente do Vasco, Agathyrno Silva Gomes, conseguiu-lhe um emprego na Suderj, órgão que administra os estádios do Rio.

Entretanto, por capricho de sua sina, foi designado para trabalhar no Maracanã, o lugar que mais lhe trazia tristeza e desgosto! Não reclamava, afinal, precisava do salário!

Ficava no Maracanã no turno da manhã, mas não saía do escritório, jamais entrava no gramado ou passava pelas arquibancadas. Sentia-se amargurado quando olhava as traves em que Gigghia marcou o gol que fez chorar milhões de torcedores.

O ex-goleiro do Vasco e da Seleção, morava em um dos bairros cortados pela Avenida Suburbana, perto de Del Castilho. Era balconista em uma pequena loja de artigos de pesca. O “bico”, como ele dizia, era para complementar o orçamento. Mas, principalmente, para diminuir a dor do isolamento.

Ali, as pessoas não tocavam no assunto e o chamavam de seu Moacir e não de Barbosa. Impressionei-me com sua figura serena, mas também com a visível carga de angústia.

Adorava falar do Vasco, detestava lembrar a Seleção. Tinha guardada uma camisa do clube do seu coração com autógrafos dos principais ídolos do time de São Januário em várias épocas. Roberto Dinamite, Bellini, Ademir Menezes, Vavá, Pinga, Romário, Coronel, Andrada, Dunga, Bebeto, Brito, Tostão, Alcir, Abel, Moisés, Sabará, Orlando Peçanha, tantos...

Quando eu tinha sete anos, ouvia no rádio os grandes nomes do futebol. E um desses craques era ele, Barbosa, o grande número um do Vasco. E declarou-se um homem definitivamente amargurado.

"O futebol me propiciou as melhores e as piores emoções de minha vida. Nos meus 26 anos de carreira, fui campeão 14 vezes. Viajei pelo mundo, fiz alguns amigos. Mas ao perdermos para o Uruguai passei a ser o brasileiro mais criticado da história. Nunca consegui me livrar da sensação de fracasso!"

Ao mestre, com carinho !!!

Dadá e Romário
Asti, agradável cidade da região do Piemonte, no norte da Itália. Foi o lugar que hospedou a Seleção Brasileira na Copa de 1990. Para dar uma força, incentivar, na luta pela conquista do tetra, a CBF aceitou que alguns históricos craques brasileiros tivessem um bate-papo com a garotada de Lazzaroni.

Pois Romário – tido como metido, mascarado e encrenqueiro – foi um dos poucos atletas a dedicar atenção devida aos jogadores tricampeões no México em 1970.

Principalmente ao experiente e bem-humorado Dario, o “Dadá Peito de Aço”, goleador histórico do Flamengo, do Internacional, do Atlético, do Sport Club do Recife e de onde quer que tenha jogado. Num cantinho do gramado, Dario falou durante uns dez minutos para um atencioso e cordial Romário.

Os conselhos de Dadá, porém, não foram úteis para Romário naquela Copa porque o Baixinho foi cortado dias depois, em conseqüência de uma contusão. Mas no mundial seguinte, nos Estados Unidos, Romário fez cinco gols e a Seleção trouxe a taça do tetra. Muito provavelmente o jovem artilheiro lembrou-se das opiniões do velho Dario quatro anos antes.

Engraçado... Até parecia que os tricampeões eram eles e não Pelé, Rivelino, Félix, Brito, Piazza,Gérson, Jairzinho, Dario...

O medo da contaminação !!!

Menino contaminado
por chumbo
Doze anos após a falência da Faé, uma empresa de metais que ainda contamina o meio ambiente e causou problemas de saúde na população de nossa cidade, voltamos a nos assustar com a sombria perspectiva de nos vermos frente a frente comresíduos tóxicos extremamente perigosos e agressivos ao meio ambiente!

O medo voltou a pairar sobre a cidade no começo deste mês, quando a Câmara autorizou a instalação de fábricas que atuam no ramo de materiais não ferrosos, como o chumbo. Em breve, o bairro da Germana, zona rural da cidade, poderá ser palco do mesmo pesadelo vivido na década passada.

A Italspeed, indústria automotiva que pretende fabricar ligas compostas de estanho e chumbo, aguarda autorização da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para começar a trabalhar com os resíduos tóxicos.

A cidade ainda sofre com os problemas deixados pela Faé. O antigo terreno onde a fábrica se situava, está abandonado! O único sinal de vida são os urubus, que sobrevoam as carcaças do gado morto no entorno da fábrica. Os animais morreram há pouco tempo, supostamente contaminados por resíduos do chumbo que ainda estão no ambiente e ameaçam os moradores da cidade.

Todos sabem o poder de destruição do material. Quase todo mundo já teve alguém da família contaminado em épocas passadas e temem agora, reviver o pesadelo!

Após a Câmara liberar a atividade na Italspeed, atendendo a projeto de lei do vereador Paulo Eugênio, todos começam a se preparar para assistir ao filme de terror novamente, e começam a se mobilizar contra!

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região organiza um abaixo-assinado contra o projeto de lei 50/2011, que autoriza a instalação de fábricas que trabalhem com materiais não ferrosos em Caçapava, como o chumbo, um material poluidor e prejudicial à saúde.

O diretor da entidade, Edmir da Silva, reuniu-se ontem com a direção da Italspeed para discutir o assunto. “Para nós, não interessa o que será feito do chumbo. Não queremos. A produção vai contaminar o meio ambiente e, possivelmente, o rio Paraíba”, afirmou.

“Em Jacareí, cerca de 120 trabalhadores foram contaminados pelo chumbo. Aqui, em Caçapava, mais de 100 também!

Anvisa publica hotsite para informar sobre descarte de medicamentos !!!

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou nesta sexta-feira (22) um hotsite sobre o descarte de medicamentos. Segundo o órgão, remédios que sobram vão parar no lixo comum. Com isso, podem contaminar o meio ambiente e se tornam um problema de saúde pública.

O texto destaca que essas substâncias põem em risco pessoas que vivem nos “lixões” e vivem do reaproveitamento.
+ Visite o hotsite de descarte de medicamentos preparado pela Anvisa

O portal tem informações sobre a legislação e a política de resíduos. No entanto, a Políticia Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) foi fundada só em 2010, e ainda não há uma proposta que normatize o destino de medicamentos vencidos ou sem uso.

Segundo a PNRS, a responsabilidade de descartar os remédios de modo seguro fica dividida entre usuários, produtores e o poder público. A ideia é estabelecer regras para reciclar os resíduos que sobram.

A amiga !!!

Desde que pipocou o escândalo no Ministério dos Transportes, lufadas de certos ventos batem em direção ao casal de ministros Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Paulo Bernardo (Comunicações).

O que se fala é que na ação "colegiada" do bando que vem sendo parcialmente botado pra fora da pasta, Paulo Bernardo é a ponte com o Planalto.

E Gleisi, sua mulher, veio como executiva de ordens, especialmente de tramóias do Dnit no Paraná, antes de virar ministra.

O objetivo é, obviamente, envolver Dilma Rousseff. É fogo amigo. E surge agora a figura de uma amiga do casal, de nome Teresinha Nerone, dita consultora e envolvida até o pescoço em prováveis lambanças no Paraná, destacando-se a construção de um anel viário em Maringá/PR - com um desvio de uns 10 milhões de reais em sobrepreço, já anotado pelo Tribunal de Contas da União.

Quem envolveu o casal nesse esparramo foi o Pagot, diretor em férias do Dinit. Ele disse, mas depois desconversou diante dos senadores, que Gleisi era quem acompanhava as obras no Paraná. Esse é mais um "sopro" que atinge o casal ministerioso. O cheiro é inconfundível.

Desde que pipocou o escândalo no Ministério dos Transportes, lufadas de certos ventos batem em direção ao casal de ministros Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Paulo Bernardo (Comunicações).

O que se fala é que na ação "colegiada" do bando que vem sendo parcialmente botado pra fora da pasta, Paulo Bernardo é a ponte com o Planalto. E Gleisi, sua mulher, veio como executiva de ordens, especialmente de tramóias do Dnit no Paraná, antes de virar ministra.

O objetivo é, obviamente, envolver Dilma Rousseff. É fogo amigo. E surge agora a figura de uma amiga do casal, de nome Teresinha Nerone, dita consultora e envolvida até o pescoço em prováveis lambanças no Paraná, destacando-se a construção de um anel viário em Maringá/PR - com um desvio de uns 10 milhões de reais em sobrepreço, já anotado pelo Tribunal de Contas da União.

Quem envolveu o casal nesse esparramo foi o Pagot, diretor em férias do Dinit. Ele disse, mas depois desconversou diante dos senadores, que Gleisi era quem acompanhava as obras no Paraná. Esse é mais um "sopro" que atinge o casal ministerioso. O cheiro é inconfundível.

Preocupado com Dilma, nolusco quer voltar !!!

Não são motivadas só por saudade do poder as reaparições em eventos públicos, país adentro, do ex-presidente molusco! Ele está convicto de que deve se candidatar em 2014 ao Palácio do Planalto.

Dois senadores da base aliada e próximos da presidenta Dilma Rousseff corroboram isso. “Dilma é corredora de 100 metros, não de maratona”, ilustra um deles. O outro crava: “Ele já começou a campanha, vai voltar”! Para azar nosso!

Aliados avaliam que Dilma, de perfil notadamente técnico, terá pouca margem para atuar. Ou seja, é cobaia do projeto de poder do padrinho que, além de tudo, é um traíra!

Dilma pagará a conta deixada por pelo molusco. Terá de priorizar o corte de gastos e os juros altos para controlar a inflação. Faltarão obras.

Não bastassem as críticas da oposição, Dilma tem de conviver com o molusco. E com o fogo amigo dos insatisfeitos fisiológicos do PT e do PMDB.

Aliás, o moluscóide deveria dar exemplo de estadista ao povo. Viajar menos! Tanto em jatinhos particulares quanto em declarações inoportunas!

Um  leitor matou a charada: “O molusco tem inveja de Jesus, porque conseguia transformar água em vinho.”

Expo Aero Brasil tem número recorde de visitantes !!!

A maior feira de aviação do Brasil, a Expo Aero Brasil (EAB), terminou no último domingo (17/7) e reuniu mais de 40.000 visitantes.

O número é o maior da história do evento que já está na sua décima quarta edição.

Segundo o comandante Décio Corrêa, presidente da feira e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), todas as expectativas previstas foram superadas com a edição.

“O sucesso deste ano é incomparável com os anos anteriores. Esperávamos entre 25.000 e 30.000 pessoas, mas recebemos muito mais que isso”, disse o comandante a EXAME.com.

Os negócios fechados no evento somaram pelo menos 30 milhões de dólares. “Mas não dá para falar de um número redondo. Muitas conversam começam n feira, mas só são fechados pós-evento”, afirmou Corrêa.

Cerca de 200 expositores participaram do evento, entre as companhias do setor, a Embraer marcou presença para divulgar a linha de jatos executivos da empresa. Aviões de 100.000 reais a 27 milhões de dólares estavam expostos no evento!

Sozinha, na cama !!!





Amigo da cantora disse hoje que ela morreu sozinha, na cama. Foi dormir e quando o segurança foi chamá-la, não respirava e ele chamou ajuda. Amanhã autópsia vai revelar a causa mortis.

sábado, 23 de julho de 2011

Nova era para o Museu Roberto Lee de Caçapava !!!

Neste sábado, ocorreu no Centro Cultural de Caçapava, grande encontro de antigomobilistas, colecionadores e admiradores dos carros antigos, com a intenção de referendar a parceria entre a Prefeitura de Caçapava e o Automóvel Clube do Brasil, nas pessoas do prefeito Carlos Vilela e do Presidente Ariel Gusmão, respectivamente, que promoverá a completa restauração do veículo Alfa Romeo RL 1926, que ocorrerá nas oficinas da Oppi Old Cars, de São Paulo, de propriedade de nosso amigo Ricardo Oppi, também grande entusiasta e profundo conhecedor da matéria!

O evento foi abrilhantado, por uma caravana de veículos antigos, vindas de várias cidades (São Paulo, Jacareí, Taubaté, Ubatuba, etc.) e também de autos mais recentes (Mercedes, Ford, e outros), num total aproximado de 56 veículos, que renderam uma bela homenagem ao acervo de Roberto Lee!

Com a presença de grande público, autoridades e especialistas em antigomobilismo, puderam enaltecer a qualidade dos veículos do acervo hoje pertencente à municipalidade, relembrando a persistência e a perseverança de Roberto Eduardo Lee em recuperar e manter os veículos, exibindo-os à platéias cada vez mais numerosas e contribuindo para aumentar o interesse geral no assunto!

Na oportunidade, o Sr. Ariel Gusmão, presidente do Automóvel Clube do Brasil, já sinalizou o fechamento de contratos de restauração para mais quatro veículos (aí incluso o Ford Maverick, o Singer Hunter, e dois outros, a confirmar!) do acervo Roberto Lee, situação objeto da pauta inicial deste encontro!

Marcaram presença no evento: Sr. Ariel Gusmão, Presidente do Automóvel Club do Brasil, Sr. Ricardo Oppi, restaurador de veículos antigos e profundo conhecedor do ramo, Dr. Ricardo Yamazaki, representante do CONDEPHAAT, Dr. Eugenio de Camargo Leite, membro da Federação Brasileira de Veículos Antigos, Sr. Aldo Fusco, Presidente do CAAT Clube dos Automóveis Antigos de Taubaté, Sr. Anderson Farias Ferreira, Secretário de Transportes de São José dos Campos, Sr. Alexandre Blanco, Secretário Municipal de Juventude (acompanhado de seu pai sr. Michel, grande colecionador e conhecedor de veículos antigos), Sr. Fabricio Correia, Secretário Municipal de Cultura de Caçapava, Sr. Rogério Nipote, empresário que se encarregará do restauro do veículo Singer Hunter que pertenceu à seu bisavô e agora encontra-se no acervo Roberto Lee, o Dr. Marcos Vinicius Meduri, Presidente do Veteran Car Club do Brasil, o general Carlos Cesar Araujo Lima, comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve, o Sr. Malcom Forest, renomado cantor e nosso ídolo da jovem guarda, colecionador e profundo conhecedor do ramo, Sr. Amilton Roschel da Silva, um dos grandes conhecedores do Ford Maverick no Brasil, que se prontifica a restaurar completamente o nosso Maverick, sr. João Paulo Simonetti, colecionador e profundo conhecedor de carros antigos, de Taubaté, sr. Carlos Vilela, prefeito de Caçapava e sua espôsa Eunice, acompanhado de secretários e funcionários da Prefeitura de Caçapava, além de grande número de admiradores e entusiastas dos veículos antigos!

Ainda estiveram presentes, as seguintes entidades de antigomobilistas: Clube do Maverick, Galaxie Clube, Clássicos Caslini, Clube do Fordinho V8, AntigoMotors, CAAT, CPVAJ (grande Virgílio!), FBVA, VCCB, Carpe Dien Moto Turismo, Clube da Alfa Romeo, etc.

Dos veículos de imprensa, registramos a presença das TVs BandVale, Gazeta, Record, Vanguarda (Globo), além da Rádio Eldorado de SP, Jornal O VALE, e Revista Quatro Rodas!

Após os discursos de praxe, o Coordenador das Atividades do Museu do Automóvel de Caçapava, Sr. Hudson Moureira, considerou breve histórico da caminhada empreendida desde os primeiros contatos com a Sra Mariangela Matarazzo até a transferência do acervo à municipalidade, citando, nominalmente, os principais envolvidos nesta operação, aí incluindo, muito modestamente, o nosso Taiadablog, ao que agradecemos pela gentil lembrança!

Em seguida, o Prefeito de Caçapava sr. Carlos Vilela considerou as evoluções até agora obtidas em relação ao acervo de Roberto Lee, projetando os próximos passos no sentido da reabertura do Museu, inclusive em relação às instalações, na antiga Fazenda Esperança, cuja área encontra-se em fase final de negociações junto à herdeira! 

Logo após foram todos convidados à visitação aos veículos do acervo, que prolongou-se até por volta das 15,30 horas!

Vejam  algumas fotos do evento:

Mesa das autoridades: (da esquerda paradireita): Dr. Marcos Meduri, Sr. Ricardo Oppi, Vereador Cunha, Dr. Ricardo Yamazaki, Prefeito Vilela, General Araujo Lima, Sr.Ariel Gusmão, Sr. Hudson Moureira, Sr. Malcom Forest, Dr. Eugênio de Camargo Leite.


Ricardo Oppi, Dr. Marcos Meduri e Dr. Geninho

Malcon Forest, Rogério Nipote e Ariel Gusmão

Malcon Forest e Ricardo Oppi

Hudson Moureira e Dr. Ricardo Yamazaki

Ariel Gusmão, Prefeito Vilela e Ricardo Oppi, com a turma do Veteran Car Club do Brasil

Entrevista com Ariel Gusmão

Confraternização de vários clubes de antigomobilistas

Ricardo Oppi, Mauricio de Queiroz, Virgilio (CPVAJ) e João Paulo Simonetti

Este simpático Fusquinha 1966, é do Virgilio (CPVAJ)

O pessoal do Clube dos Automóveis Antigos de Taubaté, compareceu em peso!

Chegada de Ricardo Oppi, um dos maiores restauradores de veículos antigos do Brasil!


O Clube do Maverick mostrou jóias raras!


Público apreciando os veículos antigos visitantes


Marcelo, colecionador e profundo conhecedor dos veículos antigos, ao lado do Tucker Torpedo 1948


Os veículos do Museu Roberto Lee aguardando os visitantes

Linda paraense se encantou com os veículos do Museu Roberto Lee!


Maverick e Karman Ghia, tinindo!

O Coordenador do Museu Roberto Lee, Hudson Moureira conta como foram, até agora, as sequencias da operação de resgate, do acervo Roberto Lee!

Sucesso tamanho GG !!!






Não é o caso de fazer uma roupa feminina de tamanho muito maior simplesmente.

Há que se criá-la, moldada para a forma das mulheres gordas, aquelas de manequim oficial maior que 46 - cada dia mais maioria entre as consumidoras.

Desfiles especiais, com roupas especialmente criadas, que valorizem o corpo, ao contrário dos desfiles comuns nos quais as mulheres esquálidas são meros "cabides" para a roupa exposta.

Para as gordas, e não "gordinhas", a roupa tem que enfeitá-las, os acesssórios cuprem tarefa de combinar, de acertar a roupa, compor silhueta, fazer bonito, deixar elegante.

Uma baciada de empresas que trabahavam com os modelos 38 a 44, estendem agora os manequins para 46 a 60 ou ampliando suas ofertas, criando coleções maiores.

E as mostrando em desfiles, o que era impensável - e é um sucesso agora, quando esses eventos rendem mais ainda - em vendas - que os convencionais.
  
Não se trata apenas de aumentar o manequim do que já existe. É preciso pensar no corpo da consumidora e no caimento da roupa. De toda roupa, inclusuive da lingerie, na qual apostam no bojo estruturado com detalhes como rendas, pedrarias e costuras delicadas.

Cheias de cores e estampas, nas coleções que se apresentam para a primavavera-verão. Cheias de charme. Nada de calçolão bege da vovó. Nada que não trate a mulher gorda como uma excelente cliente, capaz de difrenciar o bom gosto na criação das roupas que lhes oferecem. Um segmento que cresce mais que qualquer outro do mundo fashion.

Bobagem não ficar atento a elas!

Não vai sobrar ninguém !!!




Dilma abriu ontem os flancos para a imprensa, recebendo cinco editores de veículos impressos e depois um colunista d'O Globo, o Jorge Bastos Moreno.

Falou que o rapa no Ministério dos Transportes e Dinit vai ser geral, vão sair todos.

Cansou, tudo indica, de enxugar gelo. Vai tirar todo mundo, dizendo que não entra no mérito se têm ou não culpa nisso e naquilo.

Dilma que ficar na posição de "faxineira" do bem. É uma baita patada na turma. Sua turma, bem sabem os piores deles.

O que se fala é que pesquisas teriam mostrado simpatia da opinião pública por uma faxina nos Transportes.

E Dilma embarca nessa, contra 40 deputados e sete sete senadores do PR, contra boa parte do PT, conta tudo o que há de pior no cangaço nacional, parceiros do governo Lula e do seu também, note-se.

Pode chegar uma hora que, ao olhar em busca daqueles que a aplaudem, Dilma encontre... ninguém.