Taiadablog: Defesa Civil de Caçapava: orientação nos casos de tempestades e raios !!!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Defesa Civil de Caçapava: orientação nos casos de tempestades e raios !!!





O verão é caracterizado por chuvas de curta duração e grande intensidade, acompanhadas por trovoadas, raios e rajadas de vento. As ocorrências mais comuns nas tempestades de verão são inundações, deslizamentos e raios.
 

São Paulo está entre os Estados brasileiros em que mais ocorrem mortes por raios. Com o objetivo de preservar vidas e também reduzir danos materiais, a Defesa Civil de Caçapava divulga orientações sobre como agir durante tempestades acompanhadas de raios, lembrando que a segurança das pessoas depende essencialmente da mudança de comportamento de cada um e da população de modo geral, disse o Coordenador de Defesa Civil Cel José Carlos Marcondes de Souza.
 

O raio é uma descarga elétrica de grande intensidade que ocorre entre nuvens ou entre a nuvem e a terra. Sua intensidade é de 30 mil amperes, cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico, por isso devemos tomar alguns cuidados durante as chuvas. As suas principais características são: luz (relâmpago) e som (trovão).
 
O que você deve fazer dentro de casa
- Não tome banho durante as tempestades, ou use torneira elétrica. 
- Evite contato com qualquer objeto que possua estrutura metálica, tais como fogões, geladeiras, torneiras, canos, etc. 
- Evite ligar aparelhos e motores elétricos, para não queimar os equipamentos. - Afaste-se das tomadas e evite usar o telefone.
- Desconecte das tomadas os aparelhos e eletrônicos tais como televisão, som, computadores, etc.
- Desligue os fios de antenas dos aparelhos. 
- Permaneça dentro de sua casa até a tempestade terminar.
 

O que você deve fazer fora de casa. 
- Evite contato com cercas de arame. 
- Afaste-se dos seguintes locais : tratores e outras máquinas agrícolas; motocicletas, bicicletas e carroças; campos abertos pastos, campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores isoladas, postes, mastros e locais elevados; 
- permaneça dentro de seu veículo caso o mesmo tenha teto de estrutura metálica.  
- Evitar lugares abertos, como estacionamentos, praias, campos de futebol; 
- Sair imediatamente de rio, mar, lago ou piscina; 
- Manter distância de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d’água, bem como de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas. 
- Evitar soltar pipas e não carregar objetos, como canos e varas de pesca; 
- Não andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo;
- Se não houver nenhum abrigo por perto, ficar agachado com os pés juntos, curvado para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles até a tempestade passar. 

- Não deitar no chão. Os raios podem chegar ao solo a até 15 km de distância do local da chuva.
- Solas de borracha ou pneus não protegem contra os raios. No entanto, a carroceria metálica do carro dá uma boa proteção a quem está em seu interior; sem tocar em partes metálicas.
- Mesmo que um raio atinja o carro é sempre mais seguro dentro do que fora dele.

- As vítimas de raios não “dão choque” e precisam de urgente socorro médico, especialmente reanimação cardiorrespiratória. O raio pode atingir repetidamente o mesmo local durante uma tempestade. Isto acontece até com pessoas.

3 comentários:

Marcos disse...

Caro JC Flores

Esse comentário não tem nada a ver com esse post.

É apenas uma indicação para que você acesse, no Facebook, o grupo "Por uma caçapava Melhor".

Veja o post de um caçapavense que foi agredido verbalmente por uma cidadã, empresária, que está abrindo a loja "Havaianas" em Caçapava.

Lamentável a atitude dessa cidadã!

Como sempre acompnho seu blog, entendo que é um post que merece ser comentado.

Um abraço,


Marcos

jecanarquista disse...

O Brasil é "campeão mundial" de incidência de raios, e o Estado de São Paulo é região de maior incidência no Brasil. Portanto...

Esclarecimentos e Orientações Importantíssimas contra os perigos de tempestades e raios. A Defesa Civil merece todo apoio para a divulgação dessas Orientações. As escolas municipais, estaduais ou particulares devem participar e divulgar, pois os alunos levam as informações para as suas famílias.

Pela espetacular foto, acima, onde se visualiza e temos a impressão que a descarga elétrica está "ao lado" da Igreja Matriz, me faz lembrar: nem sempre os para-raios são eficientes! Um para-raios em desacordo com Normas da ABNT, que especificam os materiais e padrões para instalação, além da obrigatoriedade de inspeções e manutenções periódicas -, passa a constituir risco e, pior, dando a falsa impressão que aquele local seria seguro contra raios.

Em 1959, quando eu era aluno do Grupo Escolar Rui Barbosa, que fica em frente à Igreja Matriz, da minha sala de aula eu presenciei um raio atingir o para-raios da igreja e "escapar", atingindo o meio-fio da calçada da praça, frente para o Grupo Escolar! (por um bom tempo a pedra do meio-fio ficou escurecida)

Jc Flores disse...

Marcos: veja nossa próxima postagem, ok? Muito obrigado e continue conosco!